PorRedação Faça Seu Consórcio

Qual a idade mínima permitida para fazer um consórcio

Entenda com quantos anos posso fazer um Consórcio

Legalmente, qualquer pessoa física a partir dos 18 anos de idade que possua “plena capacidade” pode assinar para participar do consórcio. De acordo com o Código Civil Brasileiro, a assinatura de documentos legais pode ser feita por menores de idades a partir de 16 anos de idade, sendo exigido também a assinatura dos responsáveis legais pelo jovem.

Em caso de emancipação o jovem não precisa da assinatura de outras pessoas para aderir ao consórcio, porém vale sempre analisar os requerimentos que a empresa administradora do requer para a assinatura.

Já para pessoa jurídica, basta que titular da empresa assine o contrato de consórcio, porém a administradora irá analisar o contrato social para se certificar tanto da regularidade da empresa quanto da confirmação da pessoa jurídica.

Por sua facilidade e custo benefício, o consórcio é uma das formas de compra programada que mais compensam a longo prazo e cada vez mais apontam um investimento planejado, oportunizando que este investimento aconteça sem a compra efetiva no momento..

Essa facilidade de pagamento e aderência chama cada vez mais a atenção de muitos jovens adultos, e até mesmo adolescentes, para esta modalidade de autofinanciamento em grupo, que oferece planos chamativos indo muito além de bens materiais como casas e carros.

Com o consórcio, investir no futuro seja ele educacional, financeiro ou profissional, fica muito mais fácil e viável para esses jovens, que podem contar com a carta de crédito para:

  • Faculdades
  • Formaturas
  • Crédito para empresas
  • Intercâmbios
  • Viagens de negócio
  • Cursos
  • Cirurgias estéticas

As vantagens de se aderir ao consórcio cedo

O consórcio é uma modalidade de autofinanciamento em grupo, onde são estipuladas parcelas fixas mensais, a contemplação para a carta de crédito é cedida através de sorteios realizados todo o mês.

Diferente do financiamento, que tem o crédito liberado automaticamente, o consórcio permite que uma pessoa, desejando comprar tanto bens imóveis e móveis quanto adquirir serviços, no futuro, possa começar investindo agora para quando a hora chegar, eventualmente, desfrutar da contemplação.

Caso um cotista no consórcio seja sorteado mas não queira retirar sua carta ele tem a opção de abrir mão de sua vez e continuar esperando pelo próximo sorteio dentro do grupo. Veja mais algumas vantagens do consórcio:

  • Juro zero
  • Poder de compra à vista
  • Parcelamento integral do valor (parcelas iguais)
  • Flexibilidade de crédito
  • Atualização do valor do plano

PorRedação Faça Seu Consórcio

Você sabe como calcular o financiamento do seu veículo?

Para descobrir exatamente o valor da taxa, vou te ensinar como calcular o valor dos juros de financiamentos. Desta forma, é possível conferir imediatamente se a taxa de juros que o vendedor ofereceu bate com a realidade.

Digamos que um comprador procura um veículo de 40 mil reais. Numa garagem, o vendedor informa uma taxa de 20% de entrada, que neste caso, é R$ 8 mil. O restante, então, terá que ser parcelado em 60 vezes de R$ 812,59. Então, chega o momento de questionar o valor da taxa de juros. O problema é saber se o valor repassado pelo vendedor está correto.

Como funciona?

Confira as funções da HP 12C que você vai utilizar:

CHS -> Muda o sinal
Enter -> Introduz números, separa números
PV -> Calcula e armazena o valor atual (fluxo inicial)
n -> Calcula e armazena o número de perídos
PMT -> Calcula e armazena o Pagamento Periódico (prestação)
i -> Calcula e armazena a taxa de juros por período

E pra ter certeza sobre isso, primeiro, você precisa de uma calculadora HP. Se não tiver, basta baixar o aplicativo “HP 12 C” no seu smartphone. Então, você deve considerar o preço total do veículo que pretende financiar. Neste caso, para ilustrar vamos usar o valor de R$ 40 mil reais, com 20% de entrada (8 mil). O cálculo, então, é o seguinte:

40.000,00 -> ENTER -> 8.000,00 -> (-)
CHS -> PV -> 60 -> n -> 812,59 -> PMT

i = 1,50

Este resultado é a taxa percentual exata que você vai pagar por mês pelo financiamento de um veículo 40 mil (com entrada de 20%). No entanto, você pode adaptar esta mesma fórmula a qualquer valor; a sequência é sempre a mesma, basta alterar as variáveis.

Por exemplo:
Se você quiser financiar os mesmos R$ 40 mil, mas sem entrada, e o vendedor oferecer uma proposta de 60 parcelas de R$ 1.095, a taxa de juros será diferente. E pra descobrir esse valor, a sequência então fica da seguinte forma:

40.000,00 > ENTER
CHS -> PV -> 60 -> n -> 1.095,68 -> PMT

i = 1,80

Ou seja, você pagará a taxa de 1,8% ao mês se financiar R$ 40 mil sem entrada. Também existe uma segunda ferramenta bastante intuitiva pra quem considera estes cálculos muito complicados, que não conseguiu alcançar o resultado correto, ou, ainda, que quer conferir a resposta.

Basta acessar a Calculadora do Cidadão, disponibilizada pelo Banco Central do Brasil e digitar os valores.

Com essas alternativas, certamente ficará muito mais difícil cair em armadilhas ao fazer qualquer financiamento. Portanto, salve estes cálculos e faça bom proveito!

PorRedação Faça Seu Consórcio

E se eu desistir do Consórcio?

Será possível desistir de um consórcio?

Quando investimos em um consórcio, todos os termos e condições relativos a ele são previstos em contrato. Por isso, antes de entrar em um grupo de consórcio, é importante sempre analisar com atenção todas as cláusulas, incluindo casos de imprevisto, como a desistência, por exemplo.

Como é uma compra programada de prazo médio a longo, a saída de um dos consorciados pode fazer com que o grupo fique desfalcado. Por isso, a taxa de fundo de reserva – que é diluída nas parcelas de todos os participantes do grupo – é tão importante. E ela que vai garantir que ninguém do grupo fique prejudicado com essa desistência, uma vez que a parcela mensal não será paga até que a cota seja repassada para outra pessoa.

Mesmo que exista a possibilidade de desistir do consórcio, no fim você acaba pagando por esta desistência, portanto nunca é um bom negócio. Daí a importância de planejar detalhadamente seu orçamento antes de aderir a um grupo, assim você consegue pagar todas as parcelas em dia e não será pego de surpresa.

Os motivos para desistir de um consórcio podem ser muitos, mas seja qual for, é importante conversar com a administradora. Isso porque muitas pessoas acabam atrasando algumas parcelas e acreditam que não vão dar conta de quitar todo o valor da cota.

Nestes casos, se o cotista perceber que não conseguirá pagar suas prestações, ele poderá, junto à administradora, escolher um crédito de menor valor, reduzindo assim as parcelas e não tendo mais a preocupação de ficar inadimplente. Fora isso, as administradoras oferecem várias formas de negociação para que o consorciado não desista.

PorRedação Faça Seu Consórcio

Consórcio Empresarial, como funciona?

Entenda mais sobre consórcio para empresas

Manter uma empresa aberta não tem sido tarefa fácil no Brasil. Segundo o último indicador divulgado pelo Sebrae, um terço dos negócios fecham as portas antes de completarem dois anos.

Isso acontece por uma combinação de fatores, mas principalmente por falta de planejamento adequado e qualidade na gestão da empresa, cuja maioria são de micro a médio porte. Muitas vezes, estes novos empresários querem gerar apenas uma ocupação para si, e não propriamente empreender.

Sem planejar a totalidade de recursos que vai precisar, sem calcular o capital de giro e na ânsia por gerar renda rapidamente, ele já inicia o negócio com a cultura do empregado, e inevitavelmente estará fadado ao fracasso.

Seja programando mês a mês o crescimento do empreendimento, ou adquirindo crédito rapidamente com carta contemplada, é possível utilizar o consórcio pra planejar metas e garantir que o negócio se mantenha saudável no mercado e com um bom capital de giro.

COMO USAR O CONSÓRCIO PARA MINHA EMPRESA?

Fugir do Aluguel é um peso muito grande carregado principalmente por pequenas empresas e pode ser eliminado através do consórcio. Com um investimento mensal, compatível com a receita do negócio, é possível parar de desperdiçar dinheiro com aquele custo fixo da locação.

Uma vez o imóvel adquirido, o valor que antes era pago em aluguel passa a ser investido nas parcelas do consórcio, portanto, você deixa de perder dinheiro todo o mês e começa a investir num patrimônio próprio, que vai garantir o futuro da sua empresa.

Aumentar o espaço: a empresa começou pequena, mas o negócio cresceu e o espaço anda apertado? Da mesma forma que o consórcio serve para livrar a empresa do aluguel, ele também pode ser utilizado para a expansão de uma área extra, ou mesmo para a aquisição de um novo imóvel ou terreno, sempre dentro das possibilidades do seu empreendimento.

Construções e reformas: também é possível gerar o capital necessário para construir ou
reformar através de um consórcio. Fazendo isso, pequenas e médias empresas conseguem projetar espaços mais adequados de acordo com cada perfil.

O consórcio além de custear o projeto arquitetônico e a própria obra, também permite a compra de mobiliário, neste caso, dentro da modalidade de serviços.

Compra de veículos: o sucesso da sua empresa depende da qualidade da sua frota? Com um consórcio você pode planejar a periodicidade dessa troca, de acordo com a necessidade da sua empresa, sem comprometer a saúde do negócio. Com a frota atualizada e em boas condições de uso, seu empreendimento não perde a produtividade.

Compra de máquinas e equipamentos: com a concorrência cada vez mais qualificada, manter a competitividade é um grande desfio pra qualquer empreendedor. Máquinas modernas e equipamentos mais eficientes costumam ser armas poderosas nesta guerra por espaço no mercado, portanto, investir nisso permite o aumento da produtividade e a melhora na qualidade dos produtos ou serviços prestados.

Capital de giro: manter capital pra garantir o funcionamento diário ou a expansão da empresa é preocupação de 10 entre 10 empresários. Nós já falamos que sem planejamento a empresa não tem chances de se manter no mercado, e a preocupação com capital de giro está diretamente atrelada ao conceito de planejamento.

Aderir a um consórcio para levantar capital de giro é uma solução bastante segura para não
estagnar nem os investimentos, nem a expansão do seu negócio. Seja através do planejamento ou levantando recursos rapidamente com a compra de uma carta contemplada, o consórcio tem auxiliado muitos empresários a preservarem capital, controlando melhor o fluxo de caixa e ainda escapando das taxas de juros astronômicas dos empréstimos convencionais.

PorRedação Faça Seu Consórcio

Como saber a hora certa para fazer um consórcio

Existe hora certa para isso?

Comprar um carro, adquirir um imóvel, reformar ou construir. Seja qual for o seu objetivo, se você sabe onde quer chegar, já está pronto para dar o primeiro passo. E esse é o momento certo para fazer um consórcio.

Nessa modalidade, pessoas com o mesmo objetivo se unem em grupos. Todos contribuem mensalmente (ou conforme estipulado em contrato) para formar um fundo comum. Cada participante do grupo tem o direito de utilizar parte deste fundo para adquirir o bem ou contratar o serviço desejado. A ordem de utilização é definida por sorteio e lance.

Como não é possível saber quando o participante do grupo será sorteado não é possível saber quando ele poderá utilizar o crédito. Também não é possível prever se seu lance será o vencedor, caso queira ofertar e aumentar suas chances de contemplação. Dessa forma, consórcio é ideal para quem não tem pressa e pode aguardar a contemplação. Essa pode ocorrer do primeiro ao último mês do grupo.

Uma dica é definir o prazo máximo para a realização do objetivo, para que este seja o prazo do grupo do qual você irá aderir. Caso seja contemplado antes e ainda não queira utilizar o crédito, o valor ficará aplicado no mercado financeiro. A aplicação é feita conforme critérios estabelecidos pelo grupo em assembleia. Ou seja, quando você achar que é o momento ideal para utilizar o crédito, terá disponível o valor vigente na data da contemplação acrescidos dos rendimentos financeiros até a data de utilização.

É preciso ter sorte para ser contemplado?

Você não precisa depender apenas da sorte. Você pode aumentar suas chances de ser contemplado se programando para ofertar lances, que nada mais é do que a antecipação de prestações. Você pode fazer uma reserva todo mês e ir aumentando a oferta com o passar do tempo, caso ela não seja a vencedora. Clique para ler. Você pode ainda utilizar algum dinheiro extra que entrar, como 13º salário. No caso do consórcio de imóveis, pode ainda ofertar lances com o FGTS.

Por fim, caso queira adquirir um bem de menor valor, você pode ainda utilizar a parte que irá sobrar do crédito contratado para ofertar um lance embutido. Nesse caso, o valor ofertado será descontado do total do crédito.

Planejamento

A palavra-chave de todo consorciado é: planejamento! O consórcio será sempre uma boa alternativa para quem sabe onde quer chegar e se planeja para alcançar a médio e longo prazo. Por exemplo: você pode comprar um carro hoje e já programar a troca daqui a quatro anos, fazendo um consórcio. Ou planejar a troca dos equipamentos do seu escritório para que eles estejam sempre modernos e atualizados. Para quem planeja, há sempre uma oportunidade para realizar por meio do consórcio.

PorRedação Faça Seu Consórcio

Como receber minha carta de crédito em dinheiro, é possível?

Recebendo em dinheiro

De acordo com a Circular nº 3.432, o consorciado pode receber o valor em dinheiro se tiver quitado suas obrigações financeiras e após 180 dias da contemplação. Isso significa que, após seis meses da contemplação e com a dívida quitada, o consorciado pode escolher se mantém o crédito (que é acrescido de rendimentos financeiros, conforme veremos adiante), se adquire o bem ou serviço ou se recebe o valor contratado em dinheiro.

O consorciado apenas não estará sujeito aos 180 dias se seu grupo for encerrado antes. Ou seja, a partir da data da última Assembleia Geral Ordinária (AGO) – e desde que ele esteja em dia com suas obrigações financeiras. Nesse caso, a empresa tem até 60 dias a partir da data da última assembleia para enviar uma carta aos consorciados informando que o crédito está disponível em espécie.

Correções do crédito e rendimentos financeiros

Como você já viu aqui no Blog, o crédito do consórcio é atualizado periodicamente até a data da contemplação, conforme estabelecido em contrato. Após a contemplação, o crédito para de ser atualizado e começa a ter rendimentos financeiros. Esses são baseados na modalidade estabelecida pelo grupo na AGO de abertura.

O consorciado contemplado que solicitar o crédito em espécie receberá o valor atualizado até a data da contemplação, somado aos rendimentos financeiros. Estes são contabilizados do primeiro ao terceiro dia útil após a contemplação até o último dia útil anterior à utilização.

O consórcio dá aos participantes diversas possibilidades para alcançar um objetivo, além de liberdade para se adaptar a eventuais mudanças. A modalidade conta com legislação própria (Lei nº 11.7895/2008) e normativos do Banco Central, seu órgão regulador e fiscalizador. Assim, administradoras e consorciados têm seus direitos e deveres estabelecidos e garantidos.

PorRedação Faça Seu Consórcio

Você sabe o que é Consórcio?

Entenda o que é um consórcio

O consórcio é uma modalidade que facilita a aquisição de um bem ou serviço, uma forma de poupança por meio de autofinanciamento.

O sistema brasileiro de consórcios pode ser utilizado por pessoas acima de 18 anos de idade e se constitui em uma opção sem comparativos em relação a todas as demais modalidades de financiamento disponíveis no mercado.

No Consórcio, grupos de pessoas se unem com um objetivo em comum: adquirir bens móveis (como automóveis, caminhões, motocicletas, aeronaves, entre outros), imóveis ou serviços ou conjunto de serviços (viagens, tratamentos cirúrgicos, festas comemorativas, entre outros).

É SEGURO?

Unir com algumas pessoas (até desconhecidos) e pagar por um bem que ainda não está em suas mãos pode gerar insegurança, concorda? Ainda em 1967 o consórcio passou a despertar o interesse do poder público que decidiu estabelecer normas sobre depósitos de recursos captados de consorciados. Amplamente difundida a prática de aquisição demandou a criação de um entidade que a representasse perante o poder público. Em 20 de junho de 1967 foi criada a ABAC – Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios, que passou a reunir os três grupos de administradoras existentes à época: as independentes, as ligadas às concessionárias e as ligadas aos fabricantes.

Como recebo meus Bens?

A contemplação é feita por Sorteio ou Lance e dá ao consorciado ativo o direito à utilização do crédito, após a análise e aprovação das garantias exigidas.

Optar pela compra através do Consórcio Canopus significa optar por uma compra inteligente, programada, que pode representar economia ainda mais expressiva. Contemplado, e de posse do valor do crédito em mão, o consorciado adquire um bem com todas as vantagens de um negócio à vista, o que aumenta o seu poder de compra. Os participantes contemplados devem continuar pagando normalmente as parcelas, conforme o plano adquirido.

PorRedação Faça Seu Consórcio

Como encontrar o melhor consórcio

Entenda como encontrar os melhores consórcios…

Como os juros bancários e de instituições estão cada vez mais altos, a melhor coisa que os consumidores estão fazendo é optar por fazer um consórcio. Mas qual é o melhor consórcio para escolher? Um consórcio de automóvel vale a pena?Anote as minhas dicas:

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

1- Pesquise

É fundamental pesquisar a administradora e isso você pode fazer com conhecidos que utilizam seus serviços ou pela internet. Primeiro, verifique se a empresa é autorizada pelo Banco Central e depois, veja em sites onde os clientes costumam deixar suas experiências com as empresas de todo o país.

Um bom site é o Reclame Aqui, onde você pode conferir sobre as administradoras e conhecer suas classificações. Aproveite para ver quais são as reclamações dos consumidores e qual o retorno que a empresa deu.

2- Atente-se ao contrato

Leia atentamente o seu contrato e tire todas as suas dúvidas. É fundamental estar atento aos termos e saber o que eles significam, pois isso evitar inúmeras dores de cabeça.

Observe com atenção, principalmente, as taxas de cobrança, índice de reajuste, carta de crédito e sobre os valores das parcelas, prazos para pagamento, regras sobre as assembleias, fundo de reserva, direitos e deveres de ambas as partes e sobre as vendas da carta de crédito.

Conheça as vantagens e desvantagens de contratar um consórcio e veja se é uma boa opção!

3- Atenção aos benefícios

É importante saber que os benefícios são acarretados mediante ao pagamento de cobranças. Então, se não houver uso de, por exemplo, seguro de vida, o grupo precisa receber esse fundo ao final do contrato, não acha? Fique esperto!

4- Vai dar conta de pagar?

O melhor consórcio é aquele que te ajuda a realizar um sonho e não a entrar em um pesadelo. Então, atenção especial ao valor das parcelas e veja se vai conseguir pagá-las. Jamais entre em um grupo que você não consiga cumprir com a sua obrigação.

5- Lances

Lance é um adiantamento das parcelas que você faz, ou seja, ele te ajuda a conseguir a carta de crédito. Então, veja com a administradora como são as regras e fique atento.

6- Formas de contemplação

Cada empresa tem suas regras sobre a contemplação, ou seja, ocorrerá no começo ou no final do contrato, por sorteio, por lance, entre outros. Verifique que, se você pagar as parcelas antecipadamente, isso lhe garantirá a contemplação ou não. Saiba que mesmo que você quite a sua dívida, o seu grupo irá funcionar até ao final, então, os contemplados podem ser apenas nas assembleias.

Agora você conhece as formas de encontrar o melhor consórcio. Fique atento e qualquer dúvida, entre em contato conosco. E se quiser facilitar a sua busca, cote o seu consórcio aqui Simulador Online.

PorRedação Faça Seu Consórcio

Conheça alguns tipos de CONSÓRCIOS.


Você conhece os Tipos de consórcio?

Você pode até não saber, mas existe consórcio para várias coisas, tanto para produtos, bens como serviços.

O consórcio é uma modalidade que facilita a aquisição de um bem ou serviço. Veja quais são os tipos existentes e descubra quais você ainda não conhecia:

Se você quer comprar um carro, pode fazer um consórcio para isso. Se sonha comprar uma casa e não tem muita pressa, o consórcio pode te ajudar a realizar esse sonho.

Deseja uma moto? Tem o consórcio para te ajudar a comprar. Porém, existem muitos outros tipos de consórcios que você pode fazer. Veja quais são!

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

– Consórcio de veículos

É muito comum você encontrar propagandas sobre consórcio de veículos e ter conhecidos que já optaram por ele. Esse tipo de consórcio é um dos mais comuns e você pode adquirir mais fácil o seu bem.

Embora você já não saia com o seu carro, moto, caminhonete ou outros veículos, ele tem suas vantagens. Isso porque você usufrui de prazos flexíveis para pagamento e é isento de juros nas parcelas.

– Consórcio de imóveis

Voltado para quem quer ter uma casa própria, mas não tem pressa. Com o consórcio de imóveis você consegue adquirir casa, apartamento, fazer reformas e até comprar terrenos.

Aproveite e veja mais dicas sobre o consórcio imobiliário e faça uma contratação segura, aproveitando todos os benefícios.

– Consórcio de serviços

Essa é uma oportunidade para quem quer contratar serviços como: casamento, festa de aniversário, entre outros. Basta adquirir uma carta conforme o valor que precisa para a realização do seu evento.

– Consórcio para viagens

Quer conhecer um destino e levar a família ou os amigos? Não importa para onde quer ir, você pode fazer um consórcio e viajar tranquilo. Assim, sobre muito mais dinheiro para curtir e passear por lá.

– Consórcio para cirurgia estética

Sabemos que procedimentos estéticos são caros e, muitas vezes, não são cobertos nos planos de saúde. Então, o consórcio é uma grande ajuda para realizar aquele procedimento que você tanto precisa fazer.

– Consórcio para eletroeletrônicos

Quer trocar ou comprar produtos novos para a sua casa, mas está muito caro? Não se preocupe! Hoje já é possível fazer um consórcio para isso.

– Consórcio para produtos de beleza

Quem aí nunca fez um consórcio para produtos de beleza? Essa é uma boa oportunidade para quem gosta de comprar variados produtos de beleza.

– Consórcio para cirurgia plástica

Precisa fazer uma cirurgia corretiva ou outra, mas não está conseguindo pelo sistema público e você não tem condições de pagar? O consórcio pode te ajudar!

Esses são alguns dos vários tipos de consórcio que existem no mercado. Só lembre-se de verificar a empresa que você está contratando na ABAC para não cair em ciladas.

Viu como existem várias formas de economizar com o consórcio? Depois de contratá-lo, é só esperar a sua carta contemplada e adquirir bens e serviços.

Consórcio é uma forma de economizar

O consórcio é uma forma de economizar, já que diferente do financiamento, não há juros nas parcelas. Mas, como existem vários tipos de consórcio, você precisa se atentar e não contratar um informal.

Saiba que o consórcio informal não oferece segurança, então, fique bem atento para não correr riscos.

Aproveite todos os benefícios e vantagens do consórcio e contrate o seu aqui em nosso site!