Arquivo de etiquetas Cálculo de Financiamento

PorRedação Faça Seu Consórcio

Consórcio x Financiamento: Descubra qual deles é feito especialmente para você!

Consórcio X Financiamento

Se você está planejando fazer um investimento de alto valor como
comprar uma casa ou um carro por exemplo, você deve estar a se perguntar: Consórcio ou Financiamento?

Portanto, siga a leitura deste artigo, veja um levantamento geral de ambas formas de investimento e decida qual se encaixa melhor no seu perfil.

A verdade é que se você chega aqui esperando que eu lhe responda
sobre qual modalidade de investimento é a melhor, você se sentirá um tanto quanto decepcionado.
Uma vez que se questiona sobre consórcio X financiamento, apenas o
investidor poderá responder com certeza essa questão, já que ambos têm tanto suas vantagens como desvantagens. Se você precisa adquirir seu bem de forma rápida, um destes modelos de investimento é o mais indicado. No entanto, se você preza pela economia, o outro modelo é o que melhor se aplica.
Para que você entenda melhor, vejamos alguns pontos de ambas formas
de investimento. Começando pelo consórcio…

Detalhes do consórcio

Falando de uma forma mais geral, o consórcio nacional nada mais é do
que uma associação que reúne um grupo de pessoas com interesse comum, ou seja, você se junta a outras pessoas que também buscam adquirir o mesmo bem que você e criam um fundo de investimento.
Após criar esse grupo, cada integrante fica na obrigação de pagar suas
parcelas corretamente e então, mensalmente ocorrem as assembleias, onde ocorrem sorteios e um cliente por vez é contemplado.
No entanto, não é possível saber quando você será sorteado. Pode ser que seja no primeiro ou no último mês. Caso você precise adquirir o seu bem com uma certa urgência, você poderá fazer lances durante as assembleias, onde assim, se o seu valor for mais alto que os demais, você recebe a sua carta de crédito para adquirir o seu bem.

Vantagens do Consórcio Nacional

Para lhe ajudar a analisar melhor a questão sobre consórcio X financiamento, veja as vantagens do consórcio:
– não há necessidade de entrada;
– não existem juros. Há apenas uma taxa administrativa que é menor que qualquer outro tipo de juros dos financiamentos;
– diferente de outros métodos de investimento, no momento de fechar o contrato do consórcio não é feita avaliação de crédito;
Isso só ocorre quando você for contemplado, ou seja, você pode começar o processo com algumas pendências financeiras, mas precisa resolvê-las o quanto antes;
– método transparente, já que você sempre saberá o quanto está a
investir;
– os valores são atualizados constantemente de forma que você não corra o risco do seu bem ou serviço sofrer um aumento durante o consórcio.

Detalhes do Financiamento

Falando de uma forma direta, o financiamento é a ideia de comprar um
bem ou serviço de forma parcelada e com acréscimo de juros que variam de acordo com a quantidade de meses da qual você dividiu o valor total.
Em relação ao pagamento nessa modalidade de investimento, cada
instituição financeira faz as suas próprias regras. De forma geral, todas pedem que você dê como entrada cerca de 20% do valor total da sua aquisição. No entanto, antes mesmo de adiantar esse valor, a empresa responsável exige toda a sua documentação para verificar possíveis pendências e uma vez que as encontrem, você não poderá seguir com o processo.

Vantagens do Financiamento

A grande vantagem do financiamento é que o mesmo permite que você
compre o seu bem ou serviço de forma mais rápida. Assim que você assinar o contrato, você já terá direito de usufruir daquilo que deseja. E então, consórcio ou financiamento?

A verdade é que só você tem a resposta para essa questão. Uma vez que se depare com o questionamento consórcio X financiamento, você deve colocar alguns pesos na balança.

Se você precisa adquirir o seu bem o quanto antes e possui dinheiro para arcar com os juros, a melhor opção é o financiamento. No entanto, se você pode esperar um pouco e prefere economizar, o consórcio é a sua melhor alternativa.

Clique aqui, acesse nosso simulador de consórcio e dê início ao sonho que mudará sua vida!!

 

PorRedação Faça Seu Consórcio

Você sabe como calcular o financiamento do seu veículo?

Para descobrir exatamente o valor da taxa, vou te ensinar como calcular o valor dos juros de financiamentos. Desta forma, é possível conferir imediatamente se a taxa de juros que o vendedor ofereceu bate com a realidade.

Digamos que um comprador procura um veículo de 40 mil reais. Numa garagem, o vendedor informa uma taxa de 20% de entrada, que neste caso, é R$ 8 mil. O restante, então, terá que ser parcelado em 60 vezes de R$ 812,59. Então, chega o momento de questionar o valor da taxa de juros. O problema é saber se o valor repassado pelo vendedor está correto.

Como funciona?

Confira as funções da HP 12C que você vai utilizar:

CHS -> Muda o sinal
Enter -> Introduz números, separa números
PV -> Calcula e armazena o valor atual (fluxo inicial)
n -> Calcula e armazena o número de perídos
PMT -> Calcula e armazena o Pagamento Periódico (prestação)
i -> Calcula e armazena a taxa de juros por período

E pra ter certeza sobre isso, primeiro, você precisa de uma calculadora HP. Se não tiver, basta baixar o aplicativo “HP 12 C” no seu smartphone. Então, você deve considerar o preço total do veículo que pretende financiar. Neste caso, para ilustrar vamos usar o valor de R$ 40 mil reais, com 20% de entrada (8 mil). O cálculo, então, é o seguinte:

40.000,00 -> ENTER -> 8.000,00 -> (-)
CHS -> PV -> 60 -> n -> 812,59 -> PMT

i = 1,50

Este resultado é a taxa percentual exata que você vai pagar por mês pelo financiamento de um veículo 40 mil (com entrada de 20%). No entanto, você pode adaptar esta mesma fórmula a qualquer valor; a sequência é sempre a mesma, basta alterar as variáveis.

Por exemplo:
Se você quiser financiar os mesmos R$ 40 mil, mas sem entrada, e o vendedor oferecer uma proposta de 60 parcelas de R$ 1.095, a taxa de juros será diferente. E pra descobrir esse valor, a sequência então fica da seguinte forma:

40.000,00 > ENTER
CHS -> PV -> 60 -> n -> 1.095,68 -> PMT

i = 1,80

Ou seja, você pagará a taxa de 1,8% ao mês se financiar R$ 40 mil sem entrada. Também existe uma segunda ferramenta bastante intuitiva pra quem considera estes cálculos muito complicados, que não conseguiu alcançar o resultado correto, ou, ainda, que quer conferir a resposta.

Basta acessar a Calculadora do Cidadão, disponibilizada pelo Banco Central do Brasil e digitar os valores.

Com essas alternativas, certamente ficará muito mais difícil cair em armadilhas ao fazer qualquer financiamento. Portanto, salve estes cálculos e faça bom proveito!